Voa, Maria – Empreendedorismo Feminino

Nada pode impedir você, por Rosí Dopazo

Home  >>  Colunistas  >>  Nada pode impedir você, por Rosí Dopazo

Nada pode impedir você, por Rosí Dopazo

On Março 9, 2016, Posted by , In Colunistas, With No Comments

Rosí Dopazo, empreendedora da Planeje Seu Futuro, head coach, analista de perfil comportamental e especialista em Comunicação, Atendimento e Vendas.

Nada pode impedir você a não ser você mesmo. Já pensou nisso? Já imaginou quanto do seu tempo se dedica a pensamentos nocivos, que limitam suas ações? Como identificar se você realmente está impedindo seu próprio crescimento? São muitas perguntas profundas, que requerem uma análise sincera para perceber como nossos pensamentos influenciam nossa vida diária.

Podemos observar que estes pensamentos nocivos estão intimamente atrelados às nossas crenças limitantes. Mas, afinal o que é uma crença? Segundo o dicionário, a crença é uma forte convicção que alguém guarda no seu íntimo. Uma verdade absoluta sobre algo.

Com base nisso, crenças limitantes são interpretações negativas de experiências já vividas. Então, se eu realmente acredito no meu íntimo em algo positivo ou negativo, independentemente de outros fatores, isso poderá me limitar ou libertar. É justamente, nesse ponto que você deve parar e analisar como andam seus pensamentos (baseados em suas crenças limitantes), que uma hora irão refletir em seu comportamento.

Você percebe alguns comportamentos repetitivos na sua vida? Veja exemplos:

‘Não vou passar no vestibular.’

‘Não vou ser chamado para essa vaga de emprego.’

‘Não consigo crescer na minha carreira.’

‘Não ganho dinheiro com meu negócio.’

‘Não consigo pagar minhas contas.’

‘Sou uma pessoa difícil.’

E assim, vai…repetitivamente.

Identifique suas crenças limitantes e dê novos significados para elas. Busque formar frases positivas e inspiradoras. Mude o mindset* e verá grandes resultados.

Algumas dicas que podem ajuda-­la na melhora de seus pensamentos limitantes:

  1. Afaste­-se de pessoas tóxicas, que deixam você para baixo.
  2. Procure uma atividade física, isso melhora muito o humor e a autoestima
  3. Veja seus pensamentos como pensamentos, e não como a realidade objetiva e definitiva.
  4. Não viva no piloto automático. Aprenda a parar de perder tempo com a velha maneira de pensar. Já ficou claro que os pensamentos recorrentes e as velhas crenças não deram certo.
  5. Perceba nas suas redes sociais o que anda curtindo. São coisas boas para seu autodesenvolvimento?
  6. Procure a ajuda de um especialista: psicólogo, coach, mentor ou um amigo sincero. Nada pode impedir você!

Deixe uma resposta

Ir para a barra de ferramentas