Por uma vida mais organizada: o trabalho de Tatiana França

Engana-se quem pensa que a organização profissional é um serviço pensado apenas em consumidores de classe A. Pelo contrário, é dirigido a todos os tipos de bolsos e públicos, visto que atende a diversas situações: organização de residências, escritórios, pós-luto, casa dos noivos, acompanhamento pré e pós-mudança, mapeamento da nova região em caso de mudança, consultoria a expatriados, organização pessoal e digital.

Perfeccionista, como se autodescreve, Tatiana França encontrou na organização profissional sua verdadeira paixão. Depois de anos trabalhando na área com contabilidade, ela trocou o escritório pelo empreendedorismo e hoje trabalha para identificar as necessidades e expectativas dos clientes para proporcionar a eles maior qualidade de vida.

Saiba mais sobre a trajetória desta empreendedora que atua no litoral paulista.

Voa, Maria – Conte um pouco da sua história.

Tatiana: Olá! Sou Tatiana França e trabalho como Organizadora Profissional (Personal Organizer). Nasci em Santos, em São Paulo, tenho 37 anos e sou formada em Ciências Contábeis (área em que atuei por 10 anos).

VM – Quais empregos teve antes de decidir empreender?

Tatiana: Trabalhei por 10 anos na Área Financeira de diversas Multinacionais. Cansada do ambiente corporativo, larguei tudo e fui trabalhar com crianças em Navios de Cruzeiros, onde fiquei por cinco anos.

VM – Quando e como decidiu investir no próprio negócio?

Tatiana: Ao desembarcar em março de 2013, só tinha uma certeza: não voltaria para a área financeira. Então, o que fazer? Sendo filha de comerciante, meu sonho era abrir meu próprio negócio. Ao voltar, comecei a trabalhar no comércio da minha irmã mais velha (somos em 4 mulheres), mas descobri que comércio não era minha praia. Foi então que esta mesma irmã descobriu que existia a profissão de Organizadora Profissional!

VM – Por que trabalhar com organização?

Tatiana: Sempre fui chata com regras e processos (sou perfeccionista).Quando a vida e o ambiente em que vivemos e trabalhamos estão organizados, tudo flui naturalmente e sem stress. O ganho de tempo e qualidade de vida são significativos.

VM – Quais dificuldades enfrentou até conseguir consolidar o seu negócio?

Tatiana: Graças a minha paixão, esforço e dedicação, não tive muitas dificuldades. O que uma organizadora profissional enfrenta é a falta de conhecimento das pessoas quanto aos benefícios dos nossos serviços. Muitas pessoas ainda não conhecem a profissão e quem conhece acredita que é um serviço somente para a classe A, mas o que estas pessoas não compreendem é que a organização traz uma economia enorme para o nosso bolso.

VM – Quais são os benefícios que empreender traz na sua opinião?

Tatiana: Ter total controle sobre a sua vida pessoal e profissional.

VM – Qual foi o momento mais recompensador da sua trajetória como empreendedora?

Tatiana: Não teve um momento único. É sempre satisfatório observar a reação dos clientes quando finalizo um trabalho. A mudança de comportamento é líquida e certa!

VM – E qual foi a maior saia justa que já teve de encarar? Como a superou?

Tatiana: Ainda não passei por nenhuma saia justa e espero que continue assim…rsrsrs.

VM – Quantas clientes atende, em média, por mês?

Tatiana: Cada cliente é único e depende do tamanho do projeto. A organização pode durar um dia, um semana, um mês e por aí vai. Não tenho como definir uma média.

VM – Quais dicas daria às mulheres que estão começando a empreender?

Tatiana: Planejamento e organização são obrigatórios. Escolher um trabalho que ame fazer e não ter medo de arriscar. Pode parecer clichê, mas quando colocamos paixão e dedicação, a vitória é certa.

VM – E qual é o seu sonho? Como se vê daqui a cinco anos?

Tatiana: Daqui a cinco anos estarei com cinco equipes de organização e ministrando Cursos presenciais e online para o Brasil e o Mundo!

tfranca

Conheça o trabalho da Tatiana no Facebook e no site dela.

Profile photo of Camila Silva

About Camila Silva

Jornalista especialista em contar histórias de superação. Feminista, sonha em criar um mundo mais igualitário e justo para as mulheres por meio da informação. Além do Voa, Maria, está à frente da Maria Comunica, agência de comunicação pautada por resultados e relacionamento.