Voa, Maria – Empreendedorismo Feminino

Motivar é preciso, por Rosí Dopazo

Home  >>  Colunistas  >>  Motivar é preciso, por Rosí Dopazo

Motivar é preciso, por Rosí Dopazo

On Abril 12, 2016, Posted by , In Colunistas, With No Comments

Motivação é o impulso interno que leva à ação. As pessoas motivadas têm mais iniciativa, desejam o crescimento nas suas carreiras, acordam com pique para enfrentar a segunda-feira, têm uma energia que impulsiona na busca de um determinado resultado. É algo muito pessoal. O que te motiva pode não motivar os outros.

Muitas são as teorias que falam sobre motivação, mas hoje vamos entender e compreender um pouco sobre as necessidades básicas e secundárias do ser humano. Essas  necessidades são conhecidas como TEORIA DAS NECESSIDADES, do psicólogo Abraham Maslow(1908-1970).

Como mostra a figura:

elogio

Segundo Maslow, depois de satisfazermos nossas necessidades básicas, queremos satisfazer necessidades sociais e espirituais até a autorrealização.

Se você está sozinho nessa empreitada, se questione sobre suas reais necessidades e motivações, ou se você tem uma equipe, faça um questionário utilizando a Teoria de Maslow. Isso a ajudará a entender melhor as motivações e necessidades de quem trabalha com você ou para você.

Por exemplo, quem trabalha com vendas pode checar com sua equipe o que os motiva mais. Exemplo prático: se um dos seus vendedores está com um problema financeiro grave, motivá-lo dizendo que uma prática adotada por ele ou um case de sucesso com um cliente será publicado no mural da empresa ou no jornal talvez não seja a melhor forma de motivá-lo.

Cara empreendedora, se você se ater à aplicação da teoria de Maslow no seu local de trabalho perceberá que seus funcionários expressam preocupações com segurança no emprego, reconhecimento e estima por parte da empresa. Sentindo-se preenchidos nessas necessidades, procurarão outras até a autorrealização.

Uma dica poderosíssima para motivar e manter sua equipe muito mais engajada e produtiva é o poder de elogiar verdadeiramente e com sinceridade. Isso aumenta a autoestima, as melhora as relações interpessoais, o poder de pertencimento e o respeito. Reconheça o bom pai, o bom filho, o bom funcionário, o bom amigo, o bom trabalho, os bons fornecedores e etc.

Pratique…pratique e pratique…. DIARIAMENTE.

Baixe AQUI o exercício para a prática do elogio.

Um abraço elogioso para você,

Deixe uma resposta

Ir para a barra de ferramentas