Marque na agenda: Bazar de Mulheres ganha 2ª edição em junho

Apesar de não ser uma novidade no mercado, o bazar tem sido uma forma ainda muito recorrente que pequenas empresárias encontram para divulgar e vender seus produtos. E mais do que empreender, este modelo de evento serve ainda para aproximar negócios, estimular parcerias, fomentar o networking e gerar oportunidades. Esta é a proposta do Bazar de Mulheres, que ganha sua segunda edição neste fim de semana, em São Paulo.

Idealizado por Gabriela Silvério, o evento conta com diversas empreendedoras na organização do bazar, pensado sempre com uma temática relacionada a períodos sazonais e datas comemorativas. “Tenho uma empresa de cosméticos há alguns anos e em 2015 sofri bastante com a crise. E sei que tem muitas empresas no mesmo ramo com dificuldades de se firmar. Como é burocrático alugar um espaço para promover o evento, pensei: ‘Por que não me juntar com outras pessoas?’”, conta Gabriela.

A primeira edição, dedicada às mães, reuniu 31 expositoras na zona norte da capital paulista no dia 7 de maio. “Fiquei super emocionada com a realização do evento, porque o organizamos em um mês. Foi bem desgastante, pois tínhamos muita coisa para fazer em pouco tempo. Mas a união entre as meninas que estavam comigo fez toda a diferença, tanto que tivemos um clima bacana neste primeiro bazar”, continua Gabriela.

Já a segunda edição do Bazar de Mulheres será realizada nos dias 11 e 12 de junho, no Buffet Az de Ouro, localizado na Avenida Casa Verde, 2209. Desta vez, além do clima romântico voltado aos namorados, o evento também terá como temática a festa junina. E mais do que vender, terá ainda espaço para palestras de mulheres que promovem o empreendedorismo feminino.

Quer saber mais sobre o Bazar de Mulheres? Confira a fanpage do projeto.

Quer ser expositora? Ainda dá tempo. Basta entrar em contato pelo e-mail  equipedobazar@gmail.com.

Profile photo of Camila Silva

About Camila Silva

Jornalista especialista em contar histórias de superação. Feminista, sonha em criar um mundo mais igualitário e justo para as mulheres por meio da informação. Além do Voa, Maria, está à frente da Maria Comunica, agência de comunicação pautada por resultados e relacionamento.