Você sabe quem é o real concorrente do seu negócio?

Antes de investir ou repensar o seu negócio, fazer um planejamento estratégico, em que a empreendedora consiga visualizar novas oportunidades, mas também acompanhe as inovações propostas pela concorrência para incorporá-las ou reinventá-las é essencial. No entanto, é preciso analisar com bastante cuidado quem são os verdadeiros mercados que disputam o consumidor com o seu negócio.

De acordo com Antonio Augusto Grieco, gerente de Inovação da ESPM, identificar os personagens que disputam o mesmo público-alvo que você pode não ser uma análise tão simples e óbvia quanto parece. “Quem é o concorrente da Coca-Cola? Muitos responderão que é a Pepsi, mas o real concorrente da Coca são os sucos como o Del Valle, já que o consumo mundial de refrigerantes caiu, tanto é que hoje a Coca-Cola é a principal vendedora de sucos do País”, exemplificou em um evento de executivos do mercado de Crédito e Cobrança realizado em São Paulo.

Já entre os filmes fotográficos, a disputa foi vencida pelas empresas fabricantes de câmeras digitais, que por fim perderam mercado para os smartphones – produto que minou também a participação de mercado dos relógios de pulso. “O que a Swatch fez? Dinamizou o produto para ser vista como um acessório. Assim ela deixou o mercado de tecnologia para entrar no de moda”, continuou o gerente de Inovação da ESPM.

Inovação

Grieco ressaltou ainda a necessidade de inovação das empresas. “Se tem crise, teremos inovação. Mas, se a velocidade de mudança dentro de uma empresa estiver menor que fora dela, esta empresa vai morrer. Quem sobrevive não é a maior e nem a mais forte, é a que mais se adapta”, disse, usando o case da Havaianas como exemplo de internacionalização e renovação da empresa, já que a marca de calçados, além de inovar no portfólio, renova também estampas e design dos produtos constantemente.

 

Profile photo of Camila Silva

About Camila Silva

Jornalista especialista em contar histórias de superação. Feminista, sonha em criar um mundo mais igualitário e justo para as mulheres por meio da informação. Além do Voa, Maria, está à frente da Maria Comunica, agência de comunicação pautada por resultados e relacionamento.