Estrelas

Com aplicativo Pitia, Gabriela Salomão ajuda varejistas a vender mais

Para Gabriela Salomão, empreender não tem como objetivo apenas ganhar dinheiro e ficar rica. Vai muito além disso. É trabalhar para realizar sonhos, não só os do próprio empreendedor, mas também da equipe que trabalha junto. “Meu objetivo, propósito maior é fazer o negócio funcionar, desenvolvendo as pessoas que trabalham junto comigo”, adianta

Foi assim que ela e um grupo de empreendedores criaram o aplicativo Pitia, desenvolvido para auxiliar varejistas a venderem mais, por meio de alertas de promoções aos clientes. As dores deste público ela já conhecia. Afinal, cresceu acompanhando o pai, que tinha uma loja própria em Ourinhos, no interior paulista, onde ela nasceu. “Sou de uma cidade pequena, em que as pessoas têm três opções: empreender, trabalhar no comércio da cidade ou se mudar para outra cidade”, observa.

Além de trocar o interior por São Paulo, Gabriela estudou Administração com Ênfase em Marketing, formação que “abriu um leque de oportunidades em áreas que ela nem imaginava”. E um desses leques foi o desenvolvimento do aplicativo Pitia. “Como meu pai sempre trabalhou na área de varejo, tive um insight. Além de enviar ofertas, percebi que lojistas não conhecem o público-alvo deles, têm dificuldade de fazer gestão de estoque. E o Pitia ainda possibilita a integração de loja física e e-commerce do lojista, se ele tiver”, comemora Gabriela.

Divulgação

Hoje o maior trabalho da empreendedora está em divulgar seu negócio. “Sobre a diferença entre empreender off-line e online, não vejo diferença. A gestão do negócio é diferente, assim como gestão de funcionários e riscos. Mas sempre há dificuldades em ser empreendedor. Nosso desafio hoje é fazer o projeto ganhar escala.”

Mas nem tudo é sacrifício. Flexibilidade de horário, independência e trabalhar realizando sonhos são as vantagens que a empreendedora lista. “Quem quer ser dona do próprio negócio precisa ter resiliência, porque às vezes temos vontade de desistir cada dia que acordamos. Mas é preciso acreditar no potencial da equipe, dos sócios, das pessoas que estão junto com você”, pontua.

LEAVE A RESPONSE

Jornalista especialista em contar histórias de superação. Feminista, sonha em criar um mundo mais igualitário e justo para as mulheres por meio da informação e do empoderamento econômico.