Voa, Maria – Empreendedorismo Feminino

Para consolidar escola, Denise Cabral oferece projetos individualizados

Home  >>  Estrelas  >>  Para consolidar escola, Denise Cabral oferece projetos individualizados

Para consolidar escola, Denise Cabral oferece projetos individualizados

On Agosto 26, 2016, Posted by , In Estrelas, With No Comments

Qualquer assalariado que trabalhe como empreendedor, numa forma geral, ele dá conta de se tornar empreendedor. Esta é a observação de Denise Cabral, uma das sócias da GTMIdiomas. Terapeuta educacional, a empreendedora paulistana conta que tinha muita autonomia nas instituições em que trabalhava.

Mas em 2008, decidiu optar por outras atribuições. Foi assim que ela investiu em uma franquia no ramo gastronômico. “Mas não era o meu negócio. Aprendi bastante com esta experiência, ainda tenho a franquia, mas quem cuida hoje é o meu marido”, diz.

Três anos depois do início da franquia, Denise encontrou uma nova oportunidade de ser dona do próprio negócio. Desta vez, ao lado da sócia Liane, investiu na criação de um novo conceito em educação de línguas estrangeiras. “Conseguimos o contato de uma agência de intercâmbio que tinha vários passageiros interessados em estudar. Assim, montamos a GTMIdiomas, em parceria com a Global Travel.”

Transição

Administrar um modelo de negócio já consolidado, como o de uma franquia, é completamente diferente do montar uma escola do zero. “Quando você abre um outro negócio sem ser franquia, você tem toda liberdade de fazer suas escolhas. Claro que você tem que arcar com as responsabilidades também. Mas a gente procurou sempre se diferenciar por projeto sobre medida. Como empresária, tenho satisfação grande de me identificar como diferente. De pensar fora da caixa e tomar decisões. Esta é uma vantagem muito grande”, continua.

Para consolidar a escola, Denise aliou sua formação e procurou se especializar. Além de cursos no Sebrae , ela se identificou tanto com as atividades da nova empresa que investiu também em uma pós-graduação em Psicodrama Pedagógico. “As maiores dificuldades do empreendedor são o conhecimento técnico de gestão e manter o negócio em um sistema tributário como o nosso, em que trabalhamos grande parte do tempo apenas para custeá-lo.”

denise cabral gtmidiomas

Com as sócias Liane e Patrícia.

Próximos passos

Tanta dedicação e cinco anos de trabalho duro, as empreendedoras conseguiram o próprio espaço no mercado. Hoje a GTMIdiomas soma 100 alunos, todos com um programa de aula personalizado. “Não temos cursos de gaveta. Cada aluno é único. Pelo prazo, conhecimento que o aluno já tem, cada um é único. Inclusive valor de projeto varia de acordo com horário, carga horária, quanto tempo o projeto pedagógico vai durar”, comemora.

Além de atingir a capacidade máxima de atendimento da escola, Denise sonha ainda em ser referência no mercado, não só para quem vai estudar, mas para quem vai trabalhar na GTMIdiomas. “Queremos profissionais que realmente queiram fazer parte do projeto e ser reconhecidos por isso”, conclui.

Deixe uma resposta

Ir para a barra de ferramentas