Já pensou em exportar? A Mariana Boeira te ajuda

Mariana Boeira sonha em voltar a morar nos Estados Unidos – onde morou em 2002 e para onde viaja anualmente – para que os filhos tenham a mesma experiência que ela teve anos atrás. Foi na terra do Tio Sam que a agrônoma fez um curso de extensão em Project Management, que lhe deu subsídio para abrir empresa de consultoria em internacionalização de negócios.

Além da Bthere, Mariana também está à frente da MB Assessoria Empresarial, em que faz consultoria em marketing para empresas B2B. Em ambas as empresas, ela emprega o conhecimento adquirido em anos de dedicação ao mundo corporativo. “Trabalhei como executiva em veículos de comunicação, indústria e certificadora. Tenho experiência de 20 anos em serviços”

Dona dos próprios negócios há 8 anos, Mariana conta que a migração do mundo corporativo para o empreendedorismo fez com que ela tivesse uma nova postura real em relação às finanças. “Quando se tem um negócio, o ganho é calculado anualmente e não mensalmente. E os gastos de uma pessoa física são mensais. É comum levar um tempo para conseguir entender esta lógica.”

Desafio

A empreendedora aponta que as poucas empresas brasileiras quem investem no comércio internacional e tal conservadorismo é um desafio para expandir a BTHERE. “Quando o mercado interno está bem as empresas “esquecem” do mercado externo, ao invés de terem uma visão de longo prazo em relação ao exterior”, observa a empreendedora. “Existe  ainda a falta de competitividade dos nossos produtos em relação a outros no mercado externo. O custo de produção no Brasil é muito alto em função de problemas de logística e impostos. Este é o famoso “custo Brasil”. E aí não conseguimos ter um preço competitivo lá fora”, acrescenta.

Apesar de tais desafios apontados pela empreendedora, quem quiser se inspirar em Mariana e investir em um negócio no Brasil ou no exterior deve caprichar no planejamento. “As pessoas dizem que fazem no Brasil, mas não fazem. E deveriam conversar mais sobre finanças com outros empresários antes de abrirem seus negócios. Tem que começar a gostar muito de matemática para se ter uma empresa. Eu não tenho um perfil que fica dizendo  ‘segue teu sonho’, pois conheço bem a realidade do empreendedor no Brasil. Já fiz trabalhos de consultoria em mais de 200 empresas”, conclui.

 

 

Profile photo of Camila Silva

About Camila Silva

Jornalista especialista em contar histórias de superação. Feminista, sonha em criar um mundo mais igualitário e justo para as mulheres por meio da informação. Além do Voa, Maria, está à frente da Maria Comunica, agência de comunicação pautada por resultados e relacionamento.