Cores para home office

Por Greice Cardoso

Para preparar o nosso local de trabalho é preciso considerar vários fatores importantes, como a quantidade de luz, layout dos móveis, circulação, funcionalidade, conforto, entre outros. No entanto, um dos itens mais importantes a se considerar e que está diretamente relacionado com a produtividade e eficiência no dia a dia é a cor de nossa área de trabalho.

O livro “A psicologia das cores: Como as cores afetam a emoção e a razão”, de Eva Eller, aborda claramente a relação entre as cores e nossos sentimentos. A cor, com toda sua influência, precisa de uma dedicação especial em sua escolha. Vale ressaltar que antes que sejam aplicadas, é necessário fazer um teste das mesmas, avaliando a sensação que ela provoca no usuário. Em alguns casos é notável perceber impacto direto no humor e na energia das pessoas no momento em que se adentra um ambiente. Por isso, avalie calmamente o impacto de cada uma para não cometer erros que possam vir a influenciar de forma negativa suas reações emocionais e físicas.

Como definir a cor do escritório?

Para a escolher cores para área de trabalho, tenho algumas dicas que devemos levar em consideração. Primeiro, pergunte-se: qual será o estilo do ambiente e do que você gosta. As empreendedoras que atendem clientes no espaço devem ponderar ainda as sensações que desejam transmitir a eles por meio das tonalidades. Então quais são as melhores cores para o seu local de trabalho?

O queridinho branco funciona como um multiplicador de luz. Muitas pessoas não acreditam, mas essa cor é um excelente incentivo para a criatividade também. Branco ainda te ajuda a focar nas coisas boas, traz a sensação que o local é mais espaçoso, limpo e moderno.

O roxo , por exemplo, pode ampliar o seu poder criativo e nos dá uma capacidade de pensar “fora dos padrões”, por que estimula a imaginação e intuição, diminui os níveis de ansiedade e medo significativamente. Não se recomenda pintar espaços completos com esta cor. O detalhe pode trazer uma sensação de conforto.

O azul se destaca por ser a cor que transmite seriedade e sobriedade. Favorece a presença de serenidade e calma. Também traz para os ambiente energia positiva e de alto astral. Para os mais elétricos, intensifica a honestidade e paz interior.

O amarelo multiplica nossas emoções, estimulando a inteligência. Porém tem um efeito muito peculiar: traz uma sensação de fome nas pessoas. Mas tem todo um lado divertido, alegre e leve.

O verde é uma cor da purificação do corpo chega a ser fascinante e gera uma sensação de calma absoluta pode ajudar pessoas que sofrem com enxaqueca, diminuindo a ocorrência das dores de cabeça, traz equilíbrio, harmonia, comunicação social, aceitação.

O vermelho deve ser usado com cuidado, observando os resultados que você terá. Detalhes na decoração podem fornecer calor e alegria. O abuso pode conduzir a ambientes tensos e hostis. Ideal para o cantinho da café, pois a cor “dá uma acordada”.

O laranja é uma cor amigável e convidativa, muito alegre, ativo e sociável. Reflete excitação e entusiasmo. É menos excitante que o vermelho, porém agradavelmente estimulante.

Um dos melhores estudos sobre este tema é Atribuições de Cores de Joe Hallock. Dados da Hallock mostra algumas preferências claras em determinadas cores em questões de gênero.

tabela-cores

Estudos apontam ainda que 84,7% dos consumidores acreditam que as cores de um produto são muito mais importantes do que outros fatores e 93% das pessoas avaliam as cores de um produto na hora de comprar.

Logo, um ambiente empresarial agradável e colorido, de acordo com a proposta da marca, com certeza será um fator decisivo na hora de atrair clientes e fidelizá-los, visto que as preferências do consumidor no momento da decisão são impactadas pelo aspecto visual do seu produto.

Greice Cardoso é designer de interiores e sócia da Studio D – Móveis sob Medida.

Profile photo of Camila Silva

About Camila Silva

Jornalista especialista em contar histórias de superação. Feminista, sonha em criar um mundo mais igualitário e justo para as mulheres por meio da informação. Além do Voa, Maria, está à frente da Maria Comunica, agência de comunicação pautada por resultados e relacionamento.