Mais que empreender, Patrícia de Jesus trabalha para promover negros no mercado corporativo

De acordo com o Instituto Brasileiro de Estatística e Geografia (IBGE), os negros (pretos e pardos) somam 53,6% da população brasileira. Porém, no mercado corporativo, a diversidade racional mais se assemelha a de um país nórdico. Apenas 4% dos executivos brasileiros são negros. Entre as mulheres, o quadro é ainda mais agravante: uma em cada 119 executivos é negra.

Patrícia Santos de Jesus está disposta a mudar esta realidade. Responsável pela seleção de uma grande emissora de TV, ela decidiu selecionar apenas profissionais afrodescendentes. Porém, foi surpreendida pela falta de candidatos nos processos seletivos que promovia.

A partir da sugestão de um amigo, ela criou em 2004 o Empregue Afro, consultoria de recursos humanos focada em diversidade étnico-racial. “A primeira coisa que pensei em fazer foi palestras para ensinar profissionais a elaborar m currículo e mostrar aos candidatos negros que há vagas”, lembra.

Conciliação

Capital foi um dos principais entraves para a empreendedora, que teve de investir em toda a empresa sozinha. “Não tive dinheiro de ninguém nem para fazer um cartão de visita.”

Por isso, Patrícia conta que “morria de medo” de largar o emprego fixo para dedicar-se exclusivamente ao Empregueafro. No entanto, sua iniciativa de promover palestras fizeram com que os clientes a encontrassem. “Uma empresa me achou no Orkut, pois queria contratar negros”, continua.

Apenas em 2012 ela tomou a decisão de só empreender, graças a uma proposta de contrato de prestação anual de serviços de um dos clientes. “Com o dinheiro do contrato, pago antecipadamente, tinha de sobreviver por um ano. Em seis meses o dinheiro acabou e tive de correr atrás de mais clientes.”

Hoje, além da consultoria, a Empregueafro também prepara candidatos negros para o mercado. “Meu sonho é atender as 500 maiores empresas do Brasil e mostrar que existem diversos talentos negros, além de mudar o panorama do empreendedorismo feminino”, finaliza Patrícia.

*Depoimento feito no painel Empreendedorismo feminino transforma a sociedade, realizada na Feira do Empreendedor 2017.

Profile photo of Camila Silva

About Camila Silva

Jornalista especialista em contar histórias de superação. Feminista, sonha em criar um mundo mais igualitário e justo para as mulheres por meio da informação. Além do Voa, Maria, está à frente da Maria Comunica, agência de comunicação pautada por resultados e relacionamento.