5 estratégias para fazer sua casa noturna voar

Manter uma casa noturna de sucesso exige muita criatividade e jogo de cintura. Mais do que se adaptar às necessidades do mercado, o gerenciamento desse tipo de estabelecimento demanda constantes inovações para cativar o público e se destacar frente aos concorrentes.

Uma das principais chaves para conseguir manter o negócio ativo é saber lidar com a infidelidade do público. “As pessoas vão onde a moda leva, o que torna o público que frequenta as casas noturnas extremamente infiel. Para cativar esse nicho de mercado é preciso trazer novidade sempre, além de prezar por um bom atendimento e não se prender apenas as atrações oferecidas, destacando-se pelos serviços que a casa mesmo oferece, sem depender de terceiros”, explica a produtora de eventos e idealizadora do Portal de Treinamentos, Dani Martins.

Colaboradores

Outro ponto essencial dentro do gerenciamento de casas noturnas são as contratações. Dani recomenda prestar atenção e pesquisar quem são as pessoas ou empresas contratadas. “Desde atrações até funcionários, seguranças e fornecedores, é necessário ter consciência de quem se está levando para dentro do empreendimento. Saber também a quantidade de pessoas que precisam ser contratadas é fundamental, porque muitas vezes há mais funcionários que funções a serem exercidas. Uma estratégia para quem ainda não sabe mensurar quantas pessoas serão necessárias para gerir o estabelecimento é começar com freelancers. Nestes casos, é sempre bom de ter um contrato de prestação de serviços para se garantir”, comenta.

Ainda sobre as contratações, negociar com as atrações, sejam elas músicos, dançarinos ou mágicos, é um diferencial que garante maior visibilidade a casa noturna. “Procure, por exemplo, negociar com as atrações um pagamento correspondente a uma porcentagem da bilheteria, ao invés de um cachê fixo, pois assim a divulgação da casa acontece também pelo artista, que precisará levar mais público à casa se quiser receber um bom cachê” conta a produtora.

As promoções realizadas pelo estabelecimento, quando bem pensadas, também são um ponto a favor. Dani diz que a inovação é o que prevalece. “Muitas casas noturnas fazem as mesmas promoções que seus concorrentes, o que na verdade é desfavorável, por ser apenas mais do mesmo. É preciso pensar em ações novas e exclusivas, porque a partir delas será possível se aproveitar do fator novidade e cativar as pessoas”.

Explorar e aproveitar melhor o espaço é outra das estratégias de que ajudam a divulgar a casa. “Mais do que uma balada ou um bar, quem possui esse tipo de negócio tem um espaço de eventos. Disponibilizar o local para treinamentos, desfiles, gravações, fotografias de produtos, eventos temáticos e corporativos garante uma visibilidade maior do estabelecimento e aumenta as possibilidades de trabalho”, conclui Dani.

Fonte: assessoria de imprensa.

 

Profile photo of Camila Silva

About Camila Silva

Jornalista especialista em contar histórias de superação. Feminista, sonha em criar um mundo mais igualitário e justo para as mulheres por meio da informação. Além do Voa, Maria, está à frente da Maria Comunica, agência de comunicação pautada por resultados e relacionamento.