Sulamita Martins: “Abri mão de uma vida confortável para ter um conforto ainda maior”

Abrir mão de uma vida confortável para ter um conforto ainda maior. Esta foi a decisão que Sulamita Martins, 42 anos, tomou em 2013, quando trocou a carreira corporativa em uma companhia aérea pelo próprio negócio. “Percebi que podia fazer mais, podia fazer diferente”, conta.

A trajetória no mercado de trabalho de Sulamita começou ainda aos 16 anos, como ajudante de produção em uma empresa. Dois anos depois, ela conseguiu estágio no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) com atendimento ao público. Em seguida, dedicou 15 anos à TAM, de onde decidiu sair em 2003. “Não me preparei para a transição. Estava esgotada dentro da empresa, porque não me via mais no mundo corporativo. Não tinha mais prazer. Então comecei a me questionar o que podia fazer de melhor”, continua.

Uma das características da coach da Herança & Geração Humana é a dedicação. Ela se formou em Administração em 2010, época em que já tinha dois filhos pequenos. “Estudei durante quatro anos e, para isso, abri mão de estar com eles na fase pequena para agregar conforto”.

Mas na nova fase, assim que saiu da TAM, Sulamita estava na semana seguinte no seu primeiro curso de coaching. “Não sabia o que era coaching. Fui almoçar com um amigo e ele me deu a ideia e passou o link para que eu me inscrevesse no curso. Não sabia como ia pagá-lo, então investi minha rescisão na nova carreira, valor que me sustentou por dois anos”, conta.

Altos e baixos

Sulamita conta que medo é o que mais trava seus clientes. “É o medo de eles serem eles próprios, serem o que eles realmente desejam ser. Ou parecer uma figura estável”, avalia. “Não deixo o medo tomar conta.”

A empreendedora paulistana não deixa mesmo. Isso porque ao trocar um emprego estável pelo seu propósito, ela não pôde contar com o apoio da família. “Todo mundo em casa me achou maluca, ainda mais com dois adolescentes em casa e eu sendo a responsável por eles. Então ouço que sou louca, que sou sem juízo. Mas não me vejo assim. Gosto do desafio de não saber como vai se resolver, mas eu sei que vai se resolver.”

Obstáculos

Uma das principais dificuldades da empreendedora é o marketing. “Mas tenho tanta certeza de que é isso que eu quero fazer que eu não penso em nenhum momento em desistir”, acrescenta Sulamita, que sonha em fazer com que mais e mais pessoas acreditem e realizem objetivos. Para isso, a coach aconselha seus clientes a ousarem mais, a acreditarem naquilo que elas sonham não só da boca para fora.

 

Facebook Comments
Camila Silva

About Camila Silva

Jornalista especialista em contar histórias de superação. Feminista, sonha em criar um mundo mais igualitário e justo para as mulheres por meio da informação. Além do Voa, Maria, está à frente da Maria Comunica, agência de comunicação pautada por resultados e relacionamento.