5 dicas de como atravessar a crise e ter sucesso nas vendas pela internet

Em momentos de crise, apostar nas vendas online pode ser uma das saídas mais inteligentes para as lojas. Segundo Fábio Ricotta, um dos maiores especialistas em marketing digital de performance do Brasil, existem diversas estratégias que ajudam a reduzir o custo geral de venda especialmente para sites de venda, e lista as 5 dicas para driblar as turbulências da economia.

1- Integrar o estoque e a loja

Inicialmente preocupado com a organização do e-commerce, o empresário destaca que é preciso ter uma integração entre o estoque e a loja online. “É preciso que não haja problemas de comunicação entre loja e estoque, pois isso é uma das principais fontes de problema e que, apesar de não ser algo diretamente ligado ao marketing digital, precisa estar resolvido”, ensina Ricotta, que lembra de exemplos em que a listagem de produtos no site não corresponde com o que está disponível em estoque.

2- Mensurar os resultados

Outra estratégia primordial para um e-commerce é o investimento em marketing online, e principalmente a mensuração do que cada canal traz de conversão, incluindo anúncios e redes sociais. Segundo o especialista, só assim a loja consegue saber onde tem mais retorno de investimento. “Por fim, é preciso ter boas margens de preço: não adianta ter preços muito acima da concorrência, senão você não consegue superá-la”, explica.

3- Customizar o atendimento

Ricotta também destaca a diferença entre os grandes varejistas e os pequenos e-commerces. “Ao meu ver, as lojas menores devem atender mais rapidamente e dar um atendimento customizado, com mensagens mais pessoais e mais cupons de desconto, por exemplo”. Já os grandes varejistas devem ter estratégias mais amplas, que incluem analisar as categorias de produtos que vendem mais e as que vendem menos, de forma a ampliar o estoque do que dá mais resultado e solucionar problemas dos tipos de produto que vendem menos.

4- Teste os anúncios

No que diz respeito aos principais ambientes para investir em anúncios, Ricotta explica que varia conforme o público do e-commerce. “É importante que a mensuração dos resultados seja feita por um profissional competente, pois anúncios no Facebook, por exemplo, podem ser medidos como venda direta pelo Google Analytics caso não haja uma marcação correta do anúncio”. Ele reforça que a loja precisa saber onde está seu público. “É importante fazer campanhas em forma de teste nos vários canais de interesse, para que a mensuração avalie o que dá mais resultado”, afirma. O especialista destaca também que preço muito baixo nem sempre é uma boa solução, mas pode ser um fator competitivo no momento econômico atual. “Um preço muito baixo pode deixar o consumidor desconfiado, por isso é preciso ter cuidado e manter um preço interessante”.

5- Alinhar o marketing às outras estratégias

Por fim, o especialista destaca que o marketing precisa estar alinhado com outras atribuições. “Se uma empresa não consegue vender e passa por dificuldades, é possível que o produto não tenha um valor claro ou o preço não esteja acessível para o mercado”. O empresário destaca a importância de o vendedor estudar outras formas de expor suas informações, como imagens de boa qualidade, descritivos bem feitos, e preços competitivos. “O marketing digital de performance não conserta isso diretamente, mas pode ajudar na tomada de decisão e mostrar ao lojista o que pode ser melhorado”, conclui.

Fonte: Assessoria de Imprensa

About Camila Silva

Jornalista especialista em contar histórias de superação. Feminista, sonha em criar um mundo mais igualitário e justo para as mulheres por meio da informação. Além do Voa, Maria, está à frente da Maria Comunica, agência de comunicação pautada por resultados e relacionamento.