Especiais

5 motivos para participar de entrevistas no Voa, Maria

Todos nós somos personagens de uma grande história, que merece ser contada. Todas nós, empreendedoras, passamos por momentos de questionamentos, por dificuldades, por muito trabalho, e, principalmente, pelas conquistas que tanto almejamos. É por isso que o Voa, Maria existe: para inspirar, capacitar e dar visibilidade às empreendedoras de todo o País.

No entanto, ser nossa estrela e conceder uma entrevista ao Voa, Maria vai muito além de apenas 15 minutos de fama na internet. Todas as entrevistas são detalhadamente pensadas para impulsionar o negócio das empreendedoras e criar oportunidades de negócios. Conheça as cinco estratégias presentes em cada entrevista e como elas podem beneficiar a sua empresa:

1 – Aumento do engajamento nas redes sociais

As recentes mudanças nos algoritmos do Facebook e Instagram causaram um grande prejuízo às pequenas empresas, fazendo com que o alcance das publicações orgânicas despencasse.

Porém, quando está diante de um bom conteúdo, os posts ganham mais e mais alcance naturalmente. Esta é a base de todo trabalho do Voa, Maria: produzir entrevistas envolventes e fidedignas, em que as leitoras identifiquem com as entrevistadas e aprendam com elas. Tanto é que o alcance orgânico das nossas publicações muitas vezes tem engajamento equivalente ou superior a um anúncio de R$ 30 no Facebook.

2 – A ascensão do storytelling

A internet recentemente criou uma nova forma de produzir anúncios e chamar atenção do público-alvo: o storytelling. Graças a essa tendência, as pessoas buscam cada vez mais histórias e, por isso, o storytelling definitivamente caiu na graça do público, a ponto de desbancar até a tradicional publicidade [assista a um exemplo de storytelling muito famoso aqui].

E é isso que nós fazemos no Voa, Maria ao contar histórias de mulheres reais e de empreendedorismo real para que: 1- as pessoas se identifiquem com cada entrevistada; 2- as leitoras aprendam com as nossas entrevistadas; 3- que as leitoras queiram comprar os produtos e serviços das nossas entrevistadas, pois sentem empatia por elas e passam a confiar no trabalho de cada uma delas.

Assim, as entrevistadas do Voa Maria sempre são muito humanas e fidedignas. Para nós, não é o faturamento que valida um negócio e mesmo a trajetória de uma mulher de negócios, mas todo o potencial e conquistas que cada empreendedora tem para compartilhar com as nossas leitoras.

3 – Gerar autoridade para você e para a sua empresa

A entrevista é composta por diversas perguntas que trarão a credibilidade para você sobre o seu negócio e sua área de atuação. São questões como: como você analisa o mercado? Quais são as diferenciais do seu negócio como você se sobressaiu em um mercado saturado?

A melhor vantagem desta estratégia é que você, ao responder as perguntas, várias entrevistadas afirmaram ter repensado o negócio e as estratégias que elas adotaram.

4 – A entrevista vira uma ferramenta de divulgação e prospecção

A entrevista foi publicada no Voa? Compartilhe-a com todos os seus amigos e familiares, publique-a nas redes sociais pessoais e corporativas, envie um e-mail marketing para os clientes e prospects. E, principalmente, incorpore-a no seu portfólio de apresentação para futuros clientes.

Quanto mais pessoas virem a sua entrevista, mais chance de negócios você terá. E o melhor: as pessoas já terão uma boa referência sobre você e a sua empresa.

5 – Fortalece a sua marca

Por fim, invista sempre em divulgação em veículos de mídia. Com a entrevista no Voa, Maria, você melhora o seu posicionamento orgânico nas buscas do Google, além de todos os outros benefícios já explicados neste texto. Mais um detalhe: a partir da entrevista, você dá ainda mais força a outros projetos que você queira almejar. Por exemplo: quando você se inscreve em um concurso ou em um prêmio, todas as entrevistas de que participou fortalecem a sua imagem junto aos selecionadores. Por exemplo: no ano passado, encaminhamos diversas indicações de entrevistadas ao prêmio Grandes Mulheres, da Revista PEGN. Todas as nossas indicações receberam um feedback da equipe da revista.

Use a entrevista também para mostrar a outros veículos de comunicação e, assim, conseguir mais e mais espaços na mídia. Foi o que aconteceu com um rapaz que eu (Camila) entrevistei para a Revista Táxi, que depois de sair em nossa publicação, foi procurado pela Folha de São Paulo e também pela produção do programa Encontro, da Fátima Bernardes. Ele participou de ambos.

Então, a dica é: aproveite todos os espaços na mídia que lhe forem oferecidos. O seu negócio agradece e você pode abrir portas que nunca imaginou!

 

Quer saber como participar? Escreva um e-mail para fala@voamaria.com.br e seja atendida por uma de nossas executivas de conta!

LEAVE A RESPONSE