Colunistas

Muito além do reggaeton e La Casa de Papel: por que aprender espanhol é importante?

O mundo artístico se rendeu aos encantos da língua espanhola. A prova? Cantores e intérpretes de fama  mundial, como Justin Bieber e Demi Lovato, gravaram canções que ganharam as paradas musicais, a exemplo dos  e também transformaram-se em fenômenos de visualizações nas redes sociais. A música Despacito, por exemplo, é o vídeo mais visto no Youtube, com mais de cinco bilhões de reproduções desde o lançamento, em abril do ano passado.

No Brasil,  o alcance de músicas com cantores latinos ganhou força graças aos esforços (e estratégia de carreira internacional, claro) da cantora Anitta. É a primeira vez em 10 anos que canções latinas conquistaram os brasileiros, reduzindo parte do abismo cultural que, infelizmente, o Brasil tem em relação aos países vizinhos.

Porém, aprender espanhol não é importante apenas para acompanhar letras ou para assistir La Casa de Papel – que causou um tremendo frenesi também no Brasil desde a estreia no Netflix, em dezembro de 2017 (Aliás, se quiser praticar com La Casa de Papel, clique aqui. Tenho dicas maravilhosas para você)Você sabia que aprender espanhol pode alavancar sua carreira e também os seus negócios? Segundo estudo da consultoria PageGroup, apenas 9% dos executivos brasileiros dominam o segundo idioma mais falado do mundo.

Sendo assim, falar espanhol é um diferencial importante, tanto que, de acordo com pesquisa da Catho, um gerente fluente no idioma recebe, em média, 29,7% a mais do que um profissional sem esse conhecimento.

Confira outros motivos pelos quais você precisa começar a aprender espanhol agora!

O número de falantes no mundo

O espanhol é o segundo idioma mais falado do planeta. Ele é a língua materna de 427 milhões de pessoas. O inglês, apesar de sua importância, tem 339 milhões de falantes nativos.

Além disso, geograficamente, o Brasil ficou isolado em termos linguísticos. Pela falta de profissionais que dominam o espanhol, muitas empresas brasileiras deixam de fazer negócio com países vizinhos.

Conheça mais alguns números referentes ao espanhol:

  • É o idioma oficial em 21 países;
  • É o segundo idioma mais falado no mundo dos negócios;
  • É a terceira língua mais usada na internet;
  • É a segunda língua mais utilizada nas redes sociais
  • Estima-se que, em 2030, 7,5% da população mundial falará o idioma (535 milhões de pessoas);
  • Em 2050, essa cifra alcançará 10% da população mundial (900 milhões de pessoas).

O Mercosul e o Brasil

Em 2017, as exportações do Brasil para o Mercosul aumentaram 23,6%. Isso porque as economias dos países vizinhos estão crescendo e, além disso, o Mercosul está voltando a tratar de questões econômicas, depois de uma década dedicado às questões políticas.

Sendo assim, com esse aquecimento das relações comerciais, as empresas, mais do que nunca, começam a buscar profissionais capazes de lidar com esse desafio. E falar espanhol, sem dúvida, é requisito básico!

E vale lembrar que o mercado não aceita o “portunhol” como nível de proficiência…

O espanhol pode ser tornar a segunda língua oficial dos EUA

Já foi o tempo em que o espanhol era o idioma dos imigrantes ilegais nos Estados Unidos e, por isso, falado apenas nas cozinhas e construções de Miami e Nova York.

Segundo o último Censo americano, hoje vivem no país 41 milhões de falantes nativos de espanhol, além de quase 12 milhões de bilíngues.

Esse mesmo Censo indica que, em 2050, serão 132,9 milhões de hispanos no país, considerando o crescente fluxo migratório. Isso significará 30% da população dos Estados Unidos!

A terra do Tio Sam já se prepara para isso. Hoje, 70% dos estudantes do ensino secundário têm o espanhol em sua grade curricular.

Na economia, também já se percebe uma mudança. A América hispânica tem influenciado cada vez mais o mercado, com a instalação de diversas organizações e empresas de origem latina.

Até mesmo a TV aberta norte-americana já conta com canais dedicados aos falantes de espanhol.

O custo-benefício de aprender espanhol

É claro que para um nativo em língua portuguesa aprender espanhol é muito mais fácil e rápido do que qualquer outro idioma.

Sendo assim, é possível fortalecer o currículo dedicando menos tempo ao estudo da língua e, consequentemente, com um investimento menor.

Para otimizar ainda mais esse tempo, procure um curso voltado especificamente para negócios, que se adapte às suas necessidades, desenvolvido para o aluno brasileiro, com aulas particulares ou, no máximo, em duplas e com professores nativos.

Dessa forma, você poderá aprender espanhol de maneira rápida e com qualidade e estará preparado para alavancar sua carreira, atendendo às novas exigências do mercado.

Para mais informações sobre o curso de Espanhol para Negócios, entre em contato comigo!

Aguardo vocês em www.espanhol-fluente.com.  Valores diferenciados para as colegas e parceiras da Voa Maria.

 

LEAVE A RESPONSE