Voa, Maria – Empreendedorismo Feminino

Precisa de organização? A Débora Quirino arruma tudo

Home  >>  Estrelas  >>  Precisa de organização? A Débora Quirino arruma tudo

Precisa de organização? A Débora Quirino arruma tudo

On Maio 12, 2016, Posted by , In Estrelas, With No Comments

Definir qual será o produto ou serviço oferecido pela própria empresa  é uma das primeiras grandes dificuldades que os empreendedores passam. Afinal, como lucrar desenvolvendo um trabalho que se ama, ter um propósito e um diferencial?

No caso de Débora Quirino, quem identificou qual seria o negócio ideal para ela foi o marido, que percebeu o talento da esposa para organizar ambientes. E assim nasceu a Maria Arruma Tudo. “Transformei um quartinho de bagunça em um escritório, um espaço de música. Ficou super organizado e tão bacana que meu companheiro falou que dava para trabalhar com aquilo. Aí fui atrás e descobri que existe um profissional chamado personal organizer”, conta.

Mas engana-se quem pensa que este é o primeiro negócio da empreendedora catarinense. Formada em Administração, Débora tinha uma consultoria de mídia e trabalhava para uma grande emissora de TV em Florianópolis. No entanto, ela teve de abrir mão do empreendimento para acompanhar o marido jornalista, que foi transferido pra São Paulo. “Comecei a trabalhar com publicidade até descobrir que eu não poderia ser mãe, que a gravidez seria de risco”, continua. Para realizar então o sonho de ter um filho, ela fez uma fertilização in vitro que deu certo. “Virei mãe por dois anos, mas comecei a pirar.”

Recomeço

Ao acatar a ideia de trabalhar como personal organizer, Débora então investiu em cursos e também na segmentação como um dos diferenciais do Maria Arruma Tudo. “Comecei a estudar organização mental, pois percebi que na maioria das pessoas que atendia o grande problema começava na cabeça.”

Como o próprio nome do negócio adianta, Débora arruma desde closets até as metas de trabalho – serviço, aliás, que hoje é o carro-chefe da empresa. “Faço com que a pessoa coloque no papel os seus objetivos para que ela seja mais produtiva”, diz.

Empreendedores

Aspirantes ao mundo dos negócios são um dos principais públicos de Débora. Isso porque eles se sentem perdidos, sem saber para onde vão. “Antes de abrir um empreendimento é preciso criar um mapa mental da empresa, o nicho, a persona, desenvolver quem é você nesta empresa, o que a empresa vai oferecer para que o cliente sinta vontade de comprar o produto ou serviço”, observa.

Débora atende, em média, cinco clientes por mês. Vendidos por tempo, cada projeto é atendido em casa ou pessoalmente e exige uma dedicação de acordo com a complexidade. “A minha meta é atender um cliente físico e dois online na mesma semana. Mas para mim, cada cliente é uma realização, porque quando termino o projeto, o jeito que o cliente me olha é muito gratificante. Por isso, não consigo mais me ver trabalhando para ninguém”, finaliza a empreendedora, que conquista 70% fãs do Maria Arruma Tudo pela internet, especialmente pelo aplicativo Periscope, e também por indicações.

Deixe uma resposta

Ir para a barra de ferramentas