Voa, Maria – Empreendedorismo Feminino

Criatividade noturna: talento ou ansiedade?

Home  >>  Colunistas  >>  Criatividade noturna: talento ou ansiedade?

Criatividade noturna: talento ou ansiedade?

On Agosto 5, 2016, Posted by , In Colunistas, With No Comments

Por Rafaella Pisano

Semana passada, falei um pouco sobre produtividade e surgiu questionamento sobre o que fazer quando somos mais criativos à noite. Por isso hoje vim falar um pouco sobre isso.

Criatividade x Ansiedade

O primeiro passo é entender se, de fato, a onda criativa que te acomete de madrugada é criatividade ou uma crise de ansiedade. A ansiedade pode ser gerada por diversos fatores e, dentre eles, o sentimento de culpa de saber que precisava ter feito algo e não fez. É como se o nosso cérebro nos perguntasse: “Você vai dormir agora? Você ainda não fez tudo o que precisava ter feito!”. E assim noite a fora, muitas ideias e sentimentos sobre muitas coisas começam a surgir. Nesse momento é importante identificar as ideias e as tarefas que não foram feitas e anotar. A menos que o seu objetivo seja trabalhar de madrugada, é importante você anotar tudo o que lembrou nesse momento e que está te gerando ansiedade. Assim como é importante você anotar as ideias para não esquecê-las no dia seguinte. E o essencial, esvaziar a sua mente, pois uma noite mal dormida vai comprometer totalmente o seu rendimento no dia seguinte, gerando um ciclo de frustrações.

Rotina

Vocês vão me ver falar muito sobre a rotina por aqui, e por mais que muitos a entendam como algo ruim, ela é extremamente necessária por diversas questões, inclusive para a própria criatividade. Engana-se quem acha que não ter rotina vai colaborar para uma vida mais inovadora. Quando você sabe o que vem a seguir, evita o estresse que prejudica o fluir das ideias e gera ansiedade. Um método que eu gosto muito de utilizar é o “Bullet Journal”, pois ele é extremamente adaptável à sua rotina. Fiz um post explicando melhor sobre ele lá no meu blog [clique aqui para conferir o texto].

Além do “Bullet”, você pode usar uma agenda mesmo, ou uma simples folha de papel. Programe a alimentação da semana, as metas da empresa, as ligações para aniversariantes, as idas ao mercado, as listas do que é necessário comprar… Quanto menos coisas você tiver na sua cabeça, mais espaço você terá para deixar fluir seu lado criativo.

A criatividade tem que ser alimentada todos os dias

Encaixe na sua rotina um momento inspirador de preferência, antes de começar a trabalhar. O que te inspira? Eu, por exemplo, bebo um chá ou um suco e pesquiso por referências que podem me ajudar no meu dia. Blogs que falam sobre arquitetura e organização, vejo imagens bacanas de trabalhos feitos em outros países e por aí vai. Nesse ponto é importante falar que são referências. Copiar não é ser criativo e é crime. Nós, Marias, não precisamos disso!

Anote sempre todas as ideias que você tiver

Quando você começar a se policiar para anotar todas as tarefas, vai notar que, ao contrário do que parece, você não é uma pessoa criativa só a noite. O que acontece é que quando deitamos para dormir não temos distrações. Dessa forma fica mais fácil entender o que o nosso cérebro quer nos dizer. Durante o dia temos tantas coisas para resolver que acabamos não percebendo. Eu, por exemplo, comecei a fazer faxina com um bloquinho sempre à mão, pois conforme eu fui ficando mais atenta e alimentando mais a minha criatividade, eu percebi que nesse momento surgem milhares de ideias e se não as anoto na hora, não lembro mais.

Tem um livro chamado “ Grande Magia – Vida Criativa sem medo”, da Elizabeth Gilbert, em que ela diz que as ideias estão no ar só esperando a oportunidade de serem aceitas por alguém. Por isso, se você não der a devida atenção a elas nesse momento, elas vão embora. Concentre-se em coisas boas antes de dormir Às vezes imprevistos acontecem e não conseguimos realizar tudo o que foi proposto, mas isso não é motivo para você perder uma noite de sono. Fixe nas coisas que você resolveu e relaxe. Amanhã é um novo dia e se você dormir bem, com certeza vai conseguir cuidar do que ficou pendente.

Espero de verdade que esse texto ajude muitas mulheres a descobrir novos desafios. Fiquem a vontade para entrar em contato comigo para me contar os resultados. Vou amar compartilhar essas histórias com vocês.

Rafaella Pisano é arquitete e personal organizer. 

Deixe uma resposta

Ir para a barra de ferramentas