Voa, Maria – Empreendedorismo Feminino

Aposentadoria? Que nada! Enedina Erdmann quer impulsionar novos vencedores

Home  >>  Estrelas  >>  Aposentadoria? Que nada! Enedina Erdmann quer impulsionar novos vencedores

Aposentadoria? Que nada! Enedina Erdmann quer impulsionar novos vencedores

On Janeiro 19, 2017, Posted by , In Estrelas, With No Comments

Graças à possibilidade de reforma da Previdência, aposentadoria é um tema que tem sido muito discutido pelos brasileiros atualmente, já que, depois de tantos anos de trabalho duro, é o momento em que as pessoas podem curtir a vida, descansar. Mas para  Enedina Erdmann, a aposentadoria representou um novo ciclo: o de ajudar a impulsionar outros adultos e compartilhar valores.

Educadora, a gaúcha sempre se dedicou ao funcionalismo público como professora. Ainda aos 41 anos, ela já tinha o tempo mínimo para receber o benefício conquistado após décadas de muito trabalho. “Sempre fui uma pessoa inquieta e atenta a novas oportunidades. Quando me aposentei, percebi que com a experiência e conhecimento acumulado ao longo dos anos, não poderia deixar de atuar na educação que era o que eu sabia fazer. O que eu sei aprendi com outras pessoas e na minha concepção preciso continuar repassando este conhecimento. Decidi então a trabalhar na educação informal de adultos”, relata.

Assim, Enedina encontrou no coach uma forma de modificar vidas. “A felicidade, a abundância, a prosperidade são para todos. Sempre tive esta vontade de fazer com que os outros vençam. Hoje atendo seis empresários e estou muito satisfeita com a mudança de vida deles”, pontua.

Retorno financeiro

Uma das principais mudanças que Enedina vivenciou desde que começou a empreender foi a busca pela prosperidade, processo que ela tomou consciência por meio do livro de Napoleon Hill, “Quem pensa enriquece”. “Também comecei a acreditar mais em mim e que eu podia fazer a diferença”, continua.

Mas assim como grande parte das empreendedoras iniciantes, ela teve dificuldade com a prospecção. “A gente precisa se colocar no mercado, fazer relacionamento. A questão da venda até fechar negócio era mais difícil porque não era a minha prática.”

Para quem está começando a investir no próprio negócio, Enedina aconselha que a empreendedora faça um bom planejamento e o cumpra. Já para este ano, ela planeja expandir sua atuação.  “Meu sonho é conseguir ajudar o maior numero de pessoas se dar bem na vida. Este ano o número vai ser alto, mais de 200 pessoas. Estou formando uma nova empresa com parceiros e, assim, poderei prospectar mais e atingir mais pessoas. Acredito que 2017 vai ser muito próspero”, finaliza.

Deixe uma resposta

Ir para a barra de ferramentas