Os produtos mais vendidos na Internet

Uma das principais estratégias para consolidar o seu pequeno negócio é oferecer ao cliente o que ele realmente quer ou precisa. E, nesse sentido, a internet mostra se mostrou uma ferramenta maravilhosa, pois facilita o encontro de todo tipo de cliente com os mais diversos e algumas vezes até inusitados produtos e serviços.

No entanto, sempre há produtos com maior demanda nas lojas virtuais. Confira Quais são os 10 mais vendidos e repense seu portfólio e estratégia divulgação para que você possa se inserir nesse segmento C faturar mais

  1. Smartphone

Eles causaram verdadeiras revoluções: a popularização dos celulares inteligentes facilitou o dia a dia do consumidor, alterou a dinâmica de como são feitos os negócios e até ameaça mercados tradicionais devido às novas soluções apresentadas pelos aplicativos. E tudo isso na palma da sua mão. Não à toa, o celular virou um índice tem indispensável na nossa rotina, e sem surpresas, lidera o ranking de produtos mais vendidos na internet -onde geralmente são vendidos por preços inferiores em comparação as lojas físicas.

  1. Informática

Seguindo a lista, equipamentos de informática são os segundos colocados no ranking de produtos mais vendidos na internet. Afinal, quem não tem o notebook, um desktop e impressora em casa e no escritório?

  1. Games

Em 2012, o mercado de jogos movimentou 2,6 bilhões de dólares no mundo. Daí podemos perceber a potência do mercado de jogos, o que explica a terceira colocação no ranking de produtos mais vendidos na internet.

  1. Acessórios de veículos 

Carro é uma paixão nacional. Ainda mais em época de crise, em que, sem poder aquisitivo, as pessoas preferem reparar o veículo em vez de trocá-lo, o mercado de autopeças ganha cada vez mais força, não só nas lojas físicas e oficinas mecânicas, mas também nas redes sociais nas lojas virtuais e e-commerces.

  1. Eletrônicos 

Televisores, geladeiras, secadoras. A lista de produtos continua, mas as compras pela internet oferecem ao cliente duas facilidades: preços mais competitivos e entrega sem custo.

  1. Moda

A ascensão do e-commerce trouxe uma ótima novidade para nós mulheres: nas lojas virtuais é possível encontrar todo tipo de roupa, calçados, acessórios e bolsas para todos os tipos de mulheres. Outra facilidade é a possibilidade de personalização, que deixa o produto ainda mais com a cara do cliente. Notícia melhor impossível! E é por isso que a moda representa um dos dez segmentos com maior demanda nas lojas virtuais.

  1. Saúde e beleza

Sabe aquele produto vendido só para cabeleireiros na net tem aquele importado carérrimo que você só teria condições de comprar caso viajasse ao exterior na internet tem também. Tanta variedade e acesso a produtos antes proibitivos fez com que o segmento de Beleza se sagrar-se entre um dos 10 alimentos que mais vendem os economistas brasileiros conto e a mais um fator positivo dois. s a mulher brasileira é uma das mais vaidosas do mundo e Gastão , em média , $116 por ano com Cosméticos . no rim no ranking de consumo de gastos com cosméticos , nós brasileiras já nos falamos campeãs

  1. Fitness

A preocupação em ter uma vida mais saudável ou mesmo a necessidade de fazer mais exercícios impulsionou o segmento Fitness, que hoje já é um dos que mais tem consumidores nas lojas virtuais brasileiras.

  1. Móveis e decoração 

Quem casa quer casa e quem não casa também. Que em casa não quero sua casa, mas quero móveis e decoração também, O que justifica o segmento mobiliário e de decoração com a nona posição de produtos que mais vendem na internet.

  1. Brinquedos

Bonecos raros, personagens de filmes e desenhos, itens de colecionadores, produtos geeks, entre outros. Esqueça ideia fixa de que brinquedo se resume a bonecas e carrinhos. Nas lojas virtuais é possível achar todo tipo de brinquedos para crianças de todas as idades. E é por isso que brinquedos também são um dos itens mais vendidos pela internet.

Facebook Comments
Camila Silva

About Camila Silva

Jornalista especialista em contar histórias de superação. Feminista, sonha em criar um mundo mais igualitário e justo para as mulheres por meio da informação. Além do Voa, Maria, está à frente da Maria Comunica, agência de comunicação pautada por resultados e relacionamento.