Colunistas

Procrastinação financeira: o comportamento que detona sua empresa

Hoje vamos falar de 3 motivos que levam você a adiar, adiar e adiar, os cuidados com as Finanças, ou seja Procrastinar…. Será que algum deles está atuando por ai?

Motivo de procrastinação nº 1

Você acreditar que organização financeira é difícil, e que apenas experts em planilhas e matemática conseguem! Ou você acredita que precisa entender tudo de educação financeira para conseguir organizar suas finanças.

Lêdo engano. Empreendedora, você só precisa saber somar, subtrair e escrever. É simples. Você tem que anotar tudo que ganha (receitas) e tudo que gasta (despesas) e calcular no final receitas – despesas. Assim você sabe se sobrou, se faltou ou se empatou. Simples assim.

Apenas com esse passo você já passa a conhecer a realidade financeira do seu negócio.

O passo que vem a seguir é você definir o que vai fazer com o que “sobra no final do mês” ou com o saldo negativo que encontrou – oque talvez demande um pouco mais de esforço (disse esforço, e não expertise). Apenas quando o assunto é investimentos, que aí sim, você precisa de mais conhecimento. Mas você não tem que pensar nisso enquanto não tiver exatamente tudo organizado com suas contas. Digo isso porque a organização envolve bolar e colocar em prática as estratégias para aumentar o saldo azul no fim do mês ou acabar com o saldo negativo, envolve a parte material, de organizar os papéis, separar suas contas em uma pasta especifica para isso, cuidar dos vencimentos para não pagar juros de nada. Organizar comprovantes. Etc, etc.

Organizar é o passo essencial, o principal para você saber a realidade das suas finanças. Daí você começa um planejamento, às vezes até sem perceber, quando você apura onde cortar ou reduzir gastos, já está planejando. É só colocar no papel.

E, além do mais, a verdade é que hoje existem inúmeras matérias e sites na internet sobre isso, com uma clicada aqui e ali vez ou outra, no Google, você aprende muita coisa. Além, é claro, de acompanhar os conteúdos da Alininha aqui!

Motivo de procrastinação nº 2

Acreditar que uma hora tudo se vai ajeitar num passe de mágica

Quase que meio escondido, lá no fundo, imaginamos que apesar dos problemas e complicações, as coisas vão se ajeitar. E aí não fazemos nada para mudar a nossa vida financeira. Eu sei como é. Lá pelos idos de 2003, eu também pensava assim. Minha vida financeira estava mega enrolada e eu deixava a vida me levar e ficava ali, naquela torcida confiante de que uma hora meu salário ia aumentar ou que alguma grana inesperada ia surgir. A gente está sempre esperando aquele “Salvador sem rosto” [como dizia uma cliente minha] e por isso não faz muito pra mudar. Fica só esperando ele chegar.

Eu também acredito que é importante pensar positivo. Mas pensar positivo só não vai adiantar. Precisamos pensar positivo e agir! E esse otimismo exagerado, sem fazer nada para a mudança, pode nos deixar meio cegos para a real situação.

Se queremos um resultado diferente, precisamos agir de forma diferente. Afinal, atitudes iguais, resultados iguais. Mesmo com todo otimismo do mundo, o salvador sem rosto pode nunca chegar.

Motivo de procrastinação nº 3

Não ter claro quais seus valores e sonhos (e do seu negócio) e se suas finanças (e do negócio) estão alinhadas e respeitando eles.

O dinheiro é uma das ferramentas mais importantes que temos para realizar nossos sonhos e vivermos a vida que e como queremos. Quando trabalhamos nossas finanças alinhadas com nossos objetivos, sonhos e valores, caminhamos tranquilamente rumo à vivermos a vida que queremos viver.

Mas isso só é possível quando estamos cientes e com esses pontos claros em nossa mente. Se estamos vivendo uma vida sem sonhos e sem valores, gastamos nosso dinheiro com coisas que não são importantes para nossa vida e nossos negócios. Torramos cada centavo sem nos preocupar para onde aquele dinheiro está indo. E consequentemente ficamos com uma situação financeira cada vez pior.

Como saber se as finanças do seu negócio estão alinhadas com valores e sonhos do negócio e seus (sim, porque nossos negócios são uma extensão de nós)? Em geral, quando estão, você vivencia uma ou mais das situações abaixo:

  1. Suas despesas são feitas de forma consciente!
  2. O que sai da sua conta respeita os valores os seus valores e os da sua empresa!
  3. O que sai da sua conta agrega valor à sua vida e à da sua empresa!
  4. Os seus tipos de gastos refletem seus objetivos e os da sua empresa e caminham rumo a realização dos sonhos de vocês duas!

Para hoje, faça a reflexão com base nas questões acima! E no próximo artigo vamos ver como nos livrar da Procrastinação!

Enquanto isso, acompanhe meus conteúdos nas redes sociais: Facebook e Instagram: @poralinemadeira

Um beijo e até!

LEAVE A RESPONSE

Aline Madeira
Aqui você não ficará mais no vermelho. Aline Madeira é coach financeira e vai trazer dicas e reflexões para que você cuide melhor das suas finanças, sejam elas pessoais ou da empresa.